Peletização

pic

No processo de peletização, se transformam sementes nuas em pellets uniformes, redondos ou ovalados, aumentando o tamanho e o peso de cada unidade, permitindo assim o plantio em semeadoras de precisão. A camada de material que recobre a semente, não impede o livre acesso de oxigênio mantendo assim o poder germinativo.

Também permite que se agreguem aos pellets, tratamentos com agroquímicos. Estes podem ser usados em doses de acordo com a legislação, nas camadas mais externas do pellet. Desta maneira o produto não influencia na vida útil da semente sendo ativado somente na hora do plantio. Este processo reduz sensivelmente o uso de produtos químicos no campo oferecendo vantagens ambientais significativas e reduzindo o risco de patógenos externos no cultivo.

Os pellets podem ser do tipo “melting” ou “spliting”, e sua aplicação é decidida de acordo com a espécie ou necessidade.